São Paulo: Fundação CASA realiza projeto fotográfico sobre movimento ‘Vidas Negras Importam’

Atividade se baseou em debate sobre racismo gerado após a morte do afro-americano George Floyd em abordagem policial

O centro da Fundação CASA Madre Teresa de Calcutá II, situado na cidade de Iaras, no interior de São Paulo, encontrou, por meio de um projeto fotográfico, uma maneira inovadora de tratar a questão do racismo com os adolescentes em medida socioeducativa no local.

A oportunidade para discutir o tema surgiu após o vídeo da abordagem policial que ocasionou a morte, por sufocamento, do afro-americano George Floyd, viralizar no mundo todo. A violência, praticada por um policial branco, ganhou destaque nas redes sociais e gerou a hashtag #vidasnesgrasimportam, uma forma de protesto por mais igualdade e respeito.

Por isso, a equipe pedagógica e os jovens do centro tiveram a ideia de produzir imagens que representassem o sentimento de quem é discriminado pela cor da pele e o desejo que essas pessoas têm por um mundo mais justo.

Roda de conversa

A atividade teve início com a exibição de videorreportagens sobre o caso norte-americano para contextualizar os adolescentes. Na sequência, os jovens, respeitando o distanciamento social, participaram de uma roda de conversa.

Como explica a coordenadora pedagógica do centro, Camila Lajarin de Oliveira, alguns deles revelaram que já foram vítimas de preconceito. “Falamos sobre respeito, empatia e os meninos compartilharam suas histórias envolvendo racismo. Na sequência, mostramos algumas inspirações de imagens e eles começaram o trabalho criativo”, disse.

A coordenadora pedagógica conta ainda que o centro já trabalha há algum tempo com a fotografia. Por isso, os jovens tiveram facilidade em elaborar imagens impactantes. “Foi muito interessante, pois o racismo é um problema que assola o mundo todo e que precisa ser debatido, ainda mais no contexto da pandemia, onde passamos por um momento de reflexão sobre nossos atos”, concluiu.

Portal Gov SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *